Recursos para pastores

3 informações importantes para pastores e comunicação

Pastores e comunicação: a complexa transformação no campo da mídia

3 informações importantes para pastores e comunicação

O mundo mudou e é preciso falar sobre isso. Esta é a razão porque resolvi escrever estas 3 informações importantes para pastores e comunicação. Há em nosso meio uma complexa transformação no campo da mídia.

A mudança em nosso mundo é profunda. Provocou e alavancou muitos avanços em organizações, empresas, corporações midiáticas e no mercado como um todo.

A modificação do mercado

A primeira informação importante é que tudo aquilo que modifica o mercado afeta a cada um de nós em nossas micro situações. Estas modificações alteram a convivência humana em nossa sociedade.

Você que é pastor/a já deve ter percebido que a maneira de se pregar mudou. Modificou-se também a relação dos membros da igreja com a mídia. As redes sociais, realidade dentro e fora da igreja, coloca cada um de nós em exposição e a comunicação ruim propaga-se muito mais que a boa comunicação.

Inteligência coletiva

A relação com a mídia como temos hoje cria uma participação coletiva do “conhecimento” (esta é a segunda informação importante). Todos se sentem teólogos, filósofos, debatedores, advogados, médicos, engenheiros, técnicos de futebol etc. A grande maioria nunca estudou nada sobre isso.

Isso impulsiona e modifica a comunicação de maneira tão profunda que acaba por dar lugar a uma nova linguagem e a polarização se transforma em regra.

A mudança na maneira como se comunica

Por sermos igreja, logicamente devemos assumir um desafio: realizar uma comunicação dos princípios e valores do evangelho que seja adequada para o nosso tempo, porque, afinal de contas, ninguém quer não ser entendido.

A comunicação em nossos dias (numa análise breve a partir das informações compartilhadas aqui) se dá não a partir da transmissão do conteúdo, mas sim, a partir da participação das pessoas como é percebido nas redes sociais (esta é a terceira informação importante).

Puntel afirma que “não se trata de dirigir uma comunicação à sociedade, segundo o modelo de transmissão, mas uma comunicação a partir e entre os mundos sociais, seguindo um modelo de participação, colaboração, intercâmbio e diálogo, como percebemos no processo da internet e especificamente das redes sociais”.

E ela está completamente correta.

Quero com isso, incentivar pastores e pastoras a fazer uma especialização, uma pós-graduação.

Pode ser em liderança transformadora, missão integral no contexto urbano, aconselhamento cristão contemporâneo, capelania ou mesmo de ensino religioso – pois assim estarão dando um passo na melhor compreensão de nosso mundo, de nossa época e de como se comunicar eficazmente nela.

Gedeon Lidório
www.ftsa.edu.br

Comentários