Recursos para pastores

Ser um líder na igreja, ser um pastor ou uma pastora

Pastorear! É isso que um líder fazer, pois ele deve cuidar de pessoas. Ser um líder eficaz na igreja requer ter um bom pastoreio e essas atitudes de pastoreio devem sair direto do coração do líder, motivando-o. Pedro escrevendo para os líderes da igreja em sua época mostra que estes devem pastorear o rebanho de Deus e isso não devia ser feito de maneira forçada, mas segundo Deus. A motivação destes líderes, segundo Pedro, não pode ser o dinheiro, nem o poder, mas sim de ser exemplo para aqueles que são chamados de rebanho (I Pedro 4.2-4).

Ser líder do povo de Deus deve nos fazer enxergar o quão grande é essa responsabilidade, pois o rebanho não é nosso, mas de Deus! Lógico que cuidamos de pessoas, de indivíduos, mas devemos levar em consideração a saúde do rebanho, das pessoas como comunidade de forma geral. Devemos, como pastores e pastoras, sermos orientados para a comunidade e não apenas para os indivíduos. É preciso olhar sempre a saúde da comunidade: ter um olhar clínico quanto ao stress vivido por todos; ter um olhar sobre a saúde física e emocional da comunidade; saber com afinco como anda a saúde espiritual do povo que está liderando.

Ser líder deve nos fazer verificar nossas motivações. Pastorear deve ser algo que tem a ver com o chamado do Senhor para cada um de nós. Quando pastoreamos, agindo como Deus que cuida de nós, sabemos que estamos fazendo porque no nosso coração existe essa voz colocado por Deus. Se estiver servindo simplesmente porque foi eleito, escolhido ou mesmo designado para a sua congregação haverá relutância no seu coração. Se estiver liderando porque entende que deve estar numa posição de importância tenderá sempre a ser guiado pela opinião dos outros e quando o aplauso não vier desanimará. Para liderar como Deus deseja é preciso sempre estar em consonância com aquilo que Deus deseja e sobre a visão que Deus tem da igreja.

Ser líder do povo de Deus deve nos fazer preocupar com as pessoas e com seus sentimentos e não apenas com o que elas fazem. Como líder, você não é diferente dos outros, mas apenas tem dons diferentes ou mesmo funções ministeriais. Não fique preso a títulos, mas sirva as pessoas.

Ser líder deve ser motivo para perseverarmos, pois nossa recompensa não está em meio aos liderados, no meio da igreja, no dinheiro, no poder, no cargo, na realização pessoal, mas em Deus que nos receberá. É preciso sempre lembrar que ninguém nunca está pastoreado o suficiente; alimentado o suficiente; cuidado o suficiente; as pessoas sempre precisará de cuidado e pastoreamento. Se você sente que precisa de um tempo para que o seu serviço conclua, saiba, você ficará desanimado, pois ele nunca terminará nessa vida. A recompensa será efetivamente entregue a cada um de nós por Deus, quando de nosso encontro com ele.

Deus cuida de cada um de nós, mesmo diante do desânimo, da falta de reconhecimento, da falta de recompensa. Ele será sempre nossa recompensa.

Gedeon Lidório

Comentários