Recursos para pastores

2 fatores que levam uma igreja ao declínio

2 fatores que levam uma igreja ao declínio

Quando conversamos com pastores(as) percebemos que a grande maioria tem como objetivo para suas igrejas o crescimento das mesmas, por isso escrevi este artigo: 2 fatores que levam uma igreja ao declínio.

Dificilmente você encontra um pastor de igreja evangélica que não quer crescer.

Todavia, é bem provável que a maioria desses pastores antes de ver a igreja crescer – precisa antes se preocupar em estancar o declínio dessas igrejas.

A realidade é dura e a verdade é que as igrejas, em geral, não estão crescendo, mas sim ou estagnadas ou em declínio.
A pergunta: o que leva uma igreja a declinar? a perder seu sabor? a não cumprir com seu propósito na missão de Deus?

O principal fator de declínio

Thom S. Reiner que é um estudioso de igrejas aponta que o principal fator de declínio de uma comunidade é que o seu foco é para dentro das quatro paredes do templo. Tudo o que a igreja faz e todos os seus recursos são voltados para o bem estar da comunidade.

Esse fato é corroborado com a afirmação desse mesmo autor em um estudo que realizou sobre igrejas que morrerem:

“Em todas as igrejas que realizamos autópsia, um padrão financeiro foi desenvolvido no decorrer do tempo. O padrão foi o lugar em que os recursos financeiros foram usados para manter a máquina da igreja movendo; manter os membros felizes, e não para financiar a grande comissão e a o grande mandamento.

O dinheiro, no entanto, era sintomático de um problema do coração. A igreja se preocupava mais com suas necessidades do que com a comunidade e o mundo. E, nenhuma igreja pode sustentar um foco para dentro indefinidamente. Ela eventualmente morrerá por falha no coração.”

Percebemos então que quanto mais o pastor se voltar para agradar seus membros na igreja, mais rapidamente ele leva a sua igreja ao desastre.

Falta de conteúdo nas pregações

Outro fator que leva uma igreja ao declínio está intimamente ligado a esse descrito acima, isto é, a falta de conteúdo nas pregações. A imensa maioria dos pregadores não se prepara para essa tarefa vital que é de pregar o evangelho de Cristo. Muitos vão aos púlpitos todos os domingos com pouca coisa preparada para entregar aos seus ouvintes.

Assim, o púlpito fraco colabora imensamente para o declínio da igreja. Alias, estudos apontam que 80% das pessoas que retornam a uma igreja, retornam em virtude da pregação profunda das Escrituras.

Fica assim o desafio de repensar a sua pregação e o que você tem como sonho para a sua comunidade. Lembre-se de uma máxima: A igreja não pode ser diferente daquilo que você é. Ela é o seu retrato.

Antonio Carlos Barro
Professor da Faculdade Teológica Sul Americana

2
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Gedeon LidórioAnibal Recent comment authors
newest oldest most voted
Anibal
Visitante
Anibal

Parece que eu já vi isso em alguns lugares, kk, infelizmente!

Gedeon Lidório
Admin

Obrigado pela participação e comentário Anibal.
Pois é, o assunto é bastante pertinente não é?