Recursos para pastores

4 maneiras de encontrar graça em meio aos seus fracassos

fracasso ministerial

Se você ainda não entendeu ainda, permita-me encorajá-lo a ver alguma coisa que o ajudará de grande maneira. Nem todas as suas ideias são boas. Algumas são na verdade péssimas. Deus permitirá que frequentemente você balance e falhe por alguns bons propósitos. Quando você falhar não perca a oportunidade de encontrar graça no meio dos fracassos.

Eu creio que é especialmente importante que os pastores entendam isso. Essa é uma das mais importantes lições que eu aprendi em 16 anos de ministério pastoral: fracassos devem ser esperados e servem de aprendizados. Já falei o que não devia, pisei em falso, perdi o bonde tantas vezes que é difícil explicar aqui. Fracassos ferem. A maioria de nós tem medo do fracasso. Líderes em particular tem medo do fracasso por receio da exposição pública.

Eu não estou falando do fracasso moral que desqualifica alguém do ministério, mas do fracasso ministerial. Por vezes, pode envolver o pecado, mas mais frequentemente é o julgamento pobre ou simplesmente a má execução de uma ideia. É certo que devemos sempre assumir nossas falhas, nós não temos de ser derrotado por elas. Na verdade, eu descobri que existe muita graça em meio ao fracasso se eu buscar o Senhor por meio dele.

Quatro maneiras de achar a graça de Deus em nossas falhas:

1. Nossas falhas nos lembram que não somos o Salvador
Quando falhamos, é uma lembrança dolorosa e útil de que nós não somos Deus. Esta deve ser uma verdade óbvia para todos nós, mas na liderança, por vezes, começamos a pensar que podemos fazer tudo. É tentador acreditar que somente nós podemos fazer isso ou seja o que for. Mas nosso fracasso pode ser um meio pelo qual somos lembrados de que nós não somente precisamos de Deus para ir antes de nós e nos dê sucesso, mas também que precisamos de salvar até mesmo de nossos melhores esforços no ministério. Nós somos fracos e frágeis, mas ainda chamados a servir e liderar outros. Falhar nos ajuda a ver essa tensão e voltar e contar com a graça de Deus por tudo o que precisamos na vida e ministério.

2. Nossas falhas nos ensinam humildade
A humildade não é um traço de caráter natural em nós. Nascemos pecadores e orgulhosos que se gabam de mesmos e nossos planos. Humildade, por outro lado, é algo que Deus deve desenvolver em nós. É cultivada pela graça de Deus, e, muitas vezes cultivada por meio de fracasso. Pois mesmo quando falhamos Deus está operando. Podemos não ter conseguido o que queríamos, ou mesmo o que Deus nos chamou a fazer, mas ele usa tais circunstâncias para nos tornar mais dependentes dele, menos dependente de nós mesmos. Ele nos ajuda a ver a nossa pequenez em contraste com a sua grandeza e nesto a graça de Deus brilha. Ele nos ama de qualquer maneira. Ele nos usará apesar de nós mesmos. Aqui humildade cresce.

3. Nossas falhas nos encorajam a sermos aprendizes
Isto é muito importante para os líderes – permanecer dócil. Ao olhar para os líderes e futuros plantadores de igrejas, a nossa humildade e disposição de aprender são indispensáveis. O sucesso pode produzir orgulho. Não precisa ser assim, mas é o que muitas vezes faz. A falha, porém, lembra-nos que temos muito a aprender. Ela nos orienta a buscar sabedoria e ajuda de Deus e daqueles que ele colocou ao nosso redor.

4. Nossas falhas são usadas por Deus para mostrar um caminho melhor
Sempre que me perguntam sobre o que eu aprendi na plantação de igrejas e ministério pastoral eu sempre digo que pelo menos 50% do que eu sei eu aprendi cometendo erros. Muitas vezes tenho feito coisas erradas antes de eu ter feito as coisas certas. Mas esta é a graça de fracasso. Podemos ver muito claramente, dolorosamente clara, que existem coisas a evitar, combater, se preparar para elas e até mesmo morrer. E há outras coisas que vale a pena deixar ir. Falha sempre mostra-nos que há uma maneira melhor.

Nós iremos falhar. E Muito. Mas Deus vai usar tudo isso para a sua glória e nosso bem, se estamos dispostos a encontrar a sua graça em nossos fracassos.

Joe Thorn
christianity.com/

Deixe um comentário

avatar