Recursos para pastores

8 passos para manter-se atualizado no pastorado

Uma das coisas mais importantes no pastoreio contemporâneo é manter-se atualizado. Esse desafio se dá em virtude da complexidade do mundo moderno.

Há algumas décadas a função pastoral era relativamente simples: estudar para o sermão, preparar para a Escola Dominical, visitar os membros da igreja e alguns aconselhamento pastorais.

Quando se observa, nos dias atuais, a quantidade de conhecimentos que um pastor precisa ter é algo assustador. A sociedade de hoje tem uma complexidade que há 20 ou 30 anos não passava pela imaginação do mais simples mortal.

Os temas são desafiadores e as respostas não são fáceis. Por isso, exige-se do pastor muito estudo, muita atenção e em estado de permanente observação do que está acontecendo no mundo.

Outro desafio se diz a respeito ao público. No passado era muito comum que o pastor fosse a pessoa mais instruída de sua congregação. O povo evangélico vinha das camadas mais humildes da sociedade, especialmente os de tradição pentecostal.

Isso mudou e muito. Qualquer congregação tem entre seus membros pessoas que são importantes na sociedade, profissionais liberais, professores universitários etc. Se antes o pastor poderia subir ao púlpito e falar algumas coisas sobre Deus e a Bíblia, isso hoje já não é mais possível. Muitos ouvintes irão acessar seus telefones e verificar a veracidade daquilo que esta sendo pregado. A conferência é em tempo real.

Muitos pastores tem se mostrado ansiosos nesse processo de manterem-se atualizados. Muitos não sabem nem o que fazer e nem onde procurar ajuda. A tecnologia, como já disse, ultrapassa algumas habilidades que o pastor adquiriu. Se antes precisa saber X, hoje precisa saber de A a Z. Fica-se confuso sobre o que precisa saber e quais os limites dessa busca pelo conhecimento.

Com tudo isso em mente, sugiro o seguinte:

1. Entenda que o mundo mudou e que você precisa atualizar-se. Esse é o primeiro passo.
2. Entenda que a igreja mudou e que se você continuar falando as mesmas coisas que fazia sentido no passado mas que hoje não faz mais, você perderá seus ouvintes.
3. Revise algumas matérias que aprendeu no seminário. Que tal revisar sua homilética? Você ainda lembra os princípios da hermenêutica? Que tal ler um livro de teologia sistemática?
4. Coloque alguns desafios para você. Por exemplo: estudar 10 horas para fazer o próximo sermão. Pregar sobre temas difíceis que vão exigir pesquisa mais aprofundada.
5. Alguns sites especializados em educação devem ser acessados. Faça cursos gratuitos, especialmente em áreas afins com a teologia: sociologia, filosofia, antropologia.
6. Matricule-se num curso de pós-graduação. Isso exigirá de você compromisso com o aprendizado.
7. Participe de pelo menos uma conferência anualmente.

Aprender jamais terá fim (pelo menos nesse mundo). Ou você se conscientize disso ou então ficará para trás e, não pense que no mundo evangélico isso não acontece.

Acontece e eu já vi muita gente ficando sem igreja ou sem ter o que fazer por falta de estudos.

O poder para crescer no pastorado está em suas mãos.

Abraços
Antonio Carlos Barro

Deixe um comentário

avatar