Recursos para pastores

A dança dos pastores

Aqui no Brasil não temos muitas estatísticas a respeito das coisas que concernem as igrejas, pastores ou denominações evangélicas. Diferentemente do que ocorre nos Estados Unidos onde se encontra estatísticas para todas as coisas.

Naquele país, segundo dados do Lifeway Research, um pastor americano fica em média 3.6 anos em uma igreja.
Qual seria a média dos pastores brasileiros?

Apenas analisando pelo que vejo nas igrejas evangélicas a média deve ficar por esse mesmo tempo. Uma boa parte dos pastores fica apenas dois anos. Um ano para ser conhecido pela igreja e um ano para ser dispensado dela. Um ano para tentar convencer de que é o pastor certo e um ano para ser tolerado pela comunidade.

Lyle Schaller, consultor de igrejas, afirma que um pastorado longo não é garantia de crescimento de igreja, todavia, um pastorado curto quase sempre indica falta de crescimento.

Gary McIntosh, outro estudioso cristão, entrevistou vários pastores que ficaram mais de 25 anos na mesma igreja. O resumo das entrevistas foi o seguinte: “Os primeiros dez anos foram tremendos; os outros dez anos foram bons; eu deveria ter saído no vigésimo ano”.

Outro pastor entrevistado disse que o segredo para um longo pastorado é amar as pessoas porque Deus as ama. Amar a pregação e ver gente convertida e amar tudo o que diz respeito ao ministério. Um outro sugere a mudança de prioridades que deve ser: Deus, a família e depois o ministério.

Porque os pastores não ficam mais tempo em suas igrejas?

Deixe a sua resposta para a minha pergunta.
Voltarei a tocar no assunto.

ACBarro
Visite Sermão Online
Estude na FTSA

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Tiago NogueiraGiovanni AlecrimAntonio Marcelo Recent comment authors
newest oldest most voted
Tiago Nogueira
Visitante

Igrejas, muitas vezes tratam os pastores, como os times de futebol tratam os treinadores. Visão curta. Na denominação que eu faço parte a média é de 3 anos.

Giovanni Alecrim
Visitante

Creio que há um comodismo das comunidades. Em dois anos você conhece parte dos problemas e das alegrias de uma comunidade e a comunidade do pastor. Fica cômodo trocar a cada dois anos pois todos saem felizes: quando os problemas começam a estourar, é hora de sair/trocar de pastor

Antonio Marcelo
Visitante
Antonio Marcelo

Bom artigo. Obrigado por partilhar com a gente isso. no Brasil não é diferente.