Recursos para pastores

A igreja existe para o mundo

Quando analisamos qualquer instituição seja ela de que natureza for, devemos olhar para a sua finalidade. A que se propõe tal empresa? Muitas dessas empresas escrevem a sua missão em folhetos, cartazes, propagandas, etc., explicitando claramente o propósito de sua existência.

Ao olharmos para a igreja devemos buscar a mesma explicação, fazer a mesma pergunta: Qual é o propósito da igreja? Ela existe para fazer ou quê?

Lamentavelmente muitos pastores e líderes terão dificuldades em responder a essa simples indagação. Muitas das respostas serão extremamente vagas, como por exemplo: Louvar a Deus, evangelizar o mundo, salvar os pecadores, crescer na graça, etc.

Essa falta de clareza tem como resultado a ineficácia da igreja em relação ao que ela deve ser e fazer. Se a pessoa que participa de uma igreja não sabe para o que ela serve, como então se preparará em direção a alguma coisa? Ficam todos girando de um lado para outro, ouvindo pedaços de bons ensinamentos aqui e acolá mas sem conectar os pontos, envolvem-se em várias atividades que preenchem o tempo e dão a sensação de que as coisas estão acontecendo, vez por outras ofertam algum dinheiro para alguma causa, etc. Esse ativismo intramuros fornece a falsa impressão de que a igreja é viva e operosa.

O perigo dessas atividades intramuros é que a igreja deixa de ser fiel à sua natureza. Precisamos, portanto, retornar ao questionamento básico: qual é a razão de ser da igreja?

Leia o texto abaixo que você vai encontrar a resposta para essa pergunta.

“A igreja existe predominantemente de Segunda a Sábado, em todos os seus membros, espalhados pelos campos e lares, escritórios e fábricas, levando o sacerdócio real de Cristo, a cada canto deste mundo. No Domingo, dia do Senhor, ela se recolhe em si mesma, para renovar sua existência no próprio Senhor que é a sua razão de ser”. Lesslie Newbigin.

Assim sendo, prepare o seu povo para existir fora dos muros do templo. Prepare o seu povo para o mundo, para a sociedade. Protegê-lo dentro das quatro paredes causará danos a ele e roubará dele o privilégio da missão de Deus.

Antonio Carlos Barro

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments