Recursos para pastores

A igreja merece ser criticada?

igreja

Quem pensa que a igreja não pode ser criticada está equivocado. A igreja está sempre no banco dos réus exatamente porque ela não é perfeita e nem sempre está alinhada com os propósitos do reino de Deus. Assim sendo ela precisa ser avaliada e seus ministérios repensados. Isso é saudável.

Agora o que não dá para aguentar é ouvir de gente que não tem nenhum compromisso com a igreja e nem com o reino de Deus e que constantemente olha para a mesma com olhares negativos, caluniosos e zombadores. Isso leva a quê e qual a necessidade disso?

A minha visão da igreja passa pelo entendimento do que o Apóstolo Paulo escreve na carta de Efésios capítulo cinco. Nesse texto em que ele intercala instruções sobre o casamento em comparação com o relacionamento de Cristo com a igreja temos algumas pistas que podem nos ajudar a olhar para a igreja com esperança.

Primeiro vemos que Paulo indica que Cristo terá um encontro com a igreja num futuro qualquer. Cristo irá apresentar a igreja a ele mesmo. Sabemos por outros textos que Cristo está preparando a igreja para esse encontro. Ou seja, ele está interessado na igreja nos dias hoje exatamente como ela está. Não é porque ela é imperfeita que ele a abandona, antes o contrário, por causa da imperfeição é que ele a aperfeiçoa.

Em segundo lugar vemos que Paulo descreve a igreja numa condição que será realidade apenas no futuro. Diz ele que Cristo apresentará a igreja como “gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível”.

Olhando para a igreja hoje você quase não vê essas qualidades. Na verdade, a igreja é o contrário de todas essas coisas. Mas, aqui está o segredo paulino, Cristo vê o que a igreja será. Ou seja, a igreja é o que ela não será.

Quando você olha para as pessoas você normalmente vê o que elas são. Cristo vê o que elas são e o que elas serão. Será que poderíamos ter a mesma capacidade de ver o potencial da igreja apesar do que ela é hoje? Será que poderíamos olhar para as pessoas que são tremendamente faltosas, pecadoras, injustas, etc., e ver nessas pessoas o potencial que Cristo vê em cada uma delas?

A igreja merece criticas?

Certamente que sim. Todavia, haverá um dia em que ela somente ouvirá elogios da parte do seu Senhor: “Vinde, benditos de meu Pai. Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo”.

Vamos caminhando o Caminho.

ANTONIO CARLOS BARRO
Professor da Faculdade Teológica Sul Americana
www.ftsa.edu.br

2
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Antonio Carlos BarroGiovanni Alecrim Recent comment authors
newest oldest most voted
Giovanni Alecrim
Visitante

O que mais me incomoda são as críticas, nas redes sociais, de membros da Igreja sobre a Igreja que frequentam. Não são capazes de buscar o pastor e falar com ele, mas têm a coragem de expor a Igreja em público. Isso me entristece demais.