Recursos para pastores

Igreja e dinheiro: relação tensa

igreja e dinheiro uma relação tensa
Nos dias atuais as igrejas estão no banco dos réus em relação ao dinheiro. É certo que sem dinheiro nenhuma igreja sobrevive, pois ela precisa de verba para pagamentos das despesas diárias, pagamentos de funcionários, incluindo pastores e membros da equipe pastoral.
Nem todas as igrejas pedem dinheiro com constância. Algumas são discretas, outras mais agressivas. Em algumas o pastor ensina sobre o assunto, em outras prefere trazer um convidado para falar do tema.
As igrejas deveriam cultivar o hábito de prestar contas a todos os membros sobre a maneira como os dízimos e ofertas são usados. Isso ajuda a construir transparência e cria confiança. As igrejas que não tem um sistema de arrecadação confiável sofrerão danos no futuro.
Outra coisa a prestar atenção. Os crentes novos entram na igreja com outra mentalidade. Eles não querem dar o dinheiro apenas porque alguém disse que é bíblico. Eles querem saber se os recursos também são utilizados para uma creche, um centro de recuperação, alguma missão entre os pobres.
Quanto mais informação o crente tem sobre o emprego da verba, mais confiante ele ficar em ofertar. O contrário também é verdade. Vez por outra pergunte aos crentes o que eles querem saber sobre como a igreja gerencia o dinheiro e ofereça explicações. Publique o balancete mensal em uma das paredes internas do templo.
A regra básica é tratar os crentes com respeito e prover sempre informações sobre as finanças da igreja.
Antonio Carlos Barro
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments